Blog posts

A Humanidade Irrepreensível de Jesus!

A Humanidade Irrepreensível de Jesus!

Palavras que edificam

Neste texto queremos dar atenção especial para a vida humana de Jesus, desde o Seu nascimento. Jesus, como homem, passou por todas as intempéries humanas e experimentou o que é ser um homem na terra. Deus fez questão de fazer Cristo Jesus experimentar a humanidade.

Deus deseja que todos os homens sejam salvos e cheguem ao pleno conhecimento da verdade. A verdade de Deus é Cristo (Jo 14:6). Sabemos que há um só Deus. Porém, há também um só Mediador entre Deus e os Homens, Cristo Jesus, homem (1 Tm 2:5)! Cristo Jesus, em Sua humanidade, se entregou em resgate por todos. Esse testemunho deve ser prestado em tempos oportunos (1Tm 2:6).

Em Hebreus 5:7-8, observamos: “Ele, Jesus, nos dias da sua carne, tendo oferecido, com forte clamor e lágrimas, orações e súplicas a quem o podia livrar da morte e tendo sido ouvido por causa da sua piedade, embora sendo Filho, aprendeu a obediência pelas coisas que sofreu”. Jesus estava sujeito a todas as fraquezas humanas! Ele aprendeu a obediência pelas coisas que sofreu. Quando falamos que ele estava sujeito a tudo, significa de fato, tudo!

Desde questões de moralidade até se tornar suscetível a momentos de murmuração. De acordo com a Bíblia: “Por isso mesmo, convinha que, em todas as coisas, se tornasse semelhante aos irmãos, para ser misericordioso e fiel sumo sacerdote nas coisas referentes a Deus e para fazer propiciação pelos pecados do povo. Pois, naquilo que ele mesmo sofreu, tendo sido tentado, é poderoso para socorrer os que são tentados” (2:17-18).

Cada minuto da vida humana de Jesus era vivido com temor, tremor e oração diante de Deus, pois se Ele tropeçasse em quaisquer fraquezas humanas tudo estaria perdido, isto é, a redenção de Cristo e, por consequência a ressurreição de Cristo ao terceiro dia. A humanidade de Jesus obteve a perfeição porque Ele vivia e andava de acordo com a vida de Seu Pai celeste, a qual é irrepreensível (Mt 5:48). Ele orava e jejuava por múltiplas vezes ao Pai para que O mantivesse e O sustentasse na vida cotidiana. Assim, Jesus foi aprovado em Sua humanidade, a qual continha piedade, que é a manifestação de Deus na carne.

Como resultado de Sua vida humana diante do Pai, Jesus foi constituído herdeiro de todas as coisas, tornando-se o resplendor da glória e a expressão exata de Deus, obtendo a parte do Senhor a declaração: “A qual dos anjos disse jamais: Tu és meu Filho, eu hoje te gerei? E outra vez: Eu lhe serei Pai, e ele me será Filho? E, novamente, ao introduzir o Primogênito no mundo, diz: E todos os anjos de Deus o adorem” (Hb 1:3-6). Esse filho gerado é o homem Jesus desde o Seu nascimento. “Embora sendo Filho, aprendeu a obediência pelas coisas que sofreu e, tendo sido aperfeiçoado, tornou-se o Autor da salvação eterna para todos os que lhe obedecem” (Hb 5:8-9).

Precisamos aprender a obediência diante de Deus, pois está relacionada ao encabeçamento de Cristo. Repito: o principal requisito que devemos cumprir é a obediência! Todos os filhos de Deus necessitam ser aperfeiçoados nesse aspecto. O predicado da obediência também está na humanidade notável de Cristo Jesus.

Leave a Comment