Blog posts

A tocha olímpica e o viver cristão.

A tocha olímpica e o viver cristão.

Nachrichten, Palavras que edificam, Worte die aufbauen

No ano de 2016 o Brasil recebeu o maior evento esportivo desta terra, os jogos olímpicos. Os jogos olímpicos foram criados na Grécia antiga e tinha como objetivo testar a capacidade física e mental de seus participantes e também promover a integração entre os povos.

Um dos maiores símbolos dos jogos olímpicos é a tocha olímpica. No ano das olimpíadas, ela é acesa cem dias antes na cidade grega de Olímpia. Depois, percorre várias cidades gregas até ser entregue ao Comitê Organizador do país responsável pelo evento, fazendo uma parada na Suíça e outra no país que sediará a competição. Quando os jogos foram realizados no Rio de Janeiro, a chama chegou primeiro em Brasília, e a partir dali, percorreu várias cidades do Brasil, sendo carregada pelos atletas, que se revezavam. Começando por Brasília, foram escolhidos 12 mil atletas para participarem do revezamento, levando esta tocha acesa para percorrera o país inteiro, mais de 300 cidades, até chegar ao Rio de Janeiro, cidade sede dos jogos. Cada atleta era responsável de conduzir a tocha por um determinado percurso. Ao final de cada percurso, um atleta acendia a tocha do atleta seguinte para que este iniciasse sua parte até o destino, onde outro atleta o aguardava com uma tocha para ser acesa por ele. A função desses atletas não é correr mais rápido, mas levar a chama da tocha de um lugar para outro.

Esse é um bom exemplo para aplicar à realidade espiritual dos cristãos de hoje. Estamos com a tocha de Deus, de Sua Palavra, a tocha do fogo do Espírito Santo em nossas mãos. Durante o percurso, podemos fazer muitas coisas como trabalhar, estudar, cuidar da casa e dos filhos, correr para cumprir os compromissos que temos, mas lembremos sempre da tocha que levamos, ela nunca pode se apagar! Agora precisamos fazer a seguinte pergunta: Será que a nossa tocha ainda está acesa ou se apagou? Alguns dirão: “Eu fiz mais que os outros, a distância percorrida foi a maior e até bati recorde de velocidade! ”. Contudo não é este o objetivo. É necessário manter a tocha acesa para passar esse fogo a outras pessoas. As reuniões da igreja devem ser para acender a tocha dos demais irmãos, irmãs e visitantes. Eles vêm para as reuniões a fim de acender as suas tochas. No entanto, se minha tocha estiver apagada, como vou acender a tocha de outros? É para isso que devemos atentar, ser alguém que acende a tocha de outras pessoas e para isso não podemos deixar nossa se apagar.

Para acender o fogo em nosso interior, precisamos exercitar nosso espirito. Foi dessa maneira que o apóstolo Paulo encorajou o jovem cooperador Timóteo: “Por esta razão, pois, te admoesto que reavivas o dom de Deus que há em ti” (2 Tm 1:6a). A palavra grega original traduzida para “reavives” é anazopureo, que significa reavivar a chama, reacender o fogo. Quando invocamos o nome do Senhor, reacendemos o braseiro em nosso interior, e o fogo do Espírito é reavivado. Querido leitor, aproveite este momento e exercite seu espirito. Abra seu coração ao Senhor e deixe-O iluminar seu ser. Apesar de ser dito na Bíblia que o amor se esfriara de quase todos, sua oração deve ser: “Senhor, que meu amor não se apegue nem se esfrie, mas queime em Ti”!

Leave a Comment