Blog posts

Jesus te ama, e eu também!

Jesus te ama, e eu também!

Des paroles qui Édifient, Nouvelles, Palavras que edificam

O evangelho de Deus compreende dois aspectos: graça e reino. No primeiro, obtemos graça salvadora através da obra de amor realizada pelo Senhor Jesus na cruz. Por nos amar, Ele nos deu Sua vida, que resolveu nosso problema de pecados, quebrou a barreira de inimizade que existia e nos deu o perdão de Deus a nosso favor. Não fizemos nada para merecer isso. Esse trabalho foi feito exclusivamente por Ele.

Mas a salvação não se limita a isso; pelo contrário, é apenas o começo. Seu desenvolvimento ocorre pelo crescimento da vida divina em nós. E é isso que o evangelho do reino nos encoraja e nos ajuda a ter o crescimento espiritual até estarmos em conformidade com a imagem de Cristo. A partir do momento em que a graça nos regenera, devemos permitir que ela opere em nós para realizar boas e justas obras.

O apóstolo Paulo descreve sua experiência sobre o assunto nesta porção significativa: “Mas pela graça de Deus sou o que sou; e a sua graça para comigo não foi vã, antes trabalhei muito mais do que todos eles; todavia não eu, mas a graça de Deus, que está comigo. ” (Primeira Coríntios 15:10). Paulo sabia que não era possível fazer nada para Deus sem a Sua graça. Ele, que antes era um perseguidor dos cristãos, no caminho de Damasco viu a Jesus, recebeu a salvação e então, foi designado por Deus como apóstolo para evangelizar os gentios e alimentar as igrejas. De um extremo ao outro, a vida de Paulo mudou completamente por meio da salvação e comissão que recebera de Deus. Ele não apenas foi salvo pela graça, mas foi transformado por ela e tornou-se um instrumento da graça para fazer o trabalho designado por Deus.

A manifestação da graça é amor. O apóstolo João nos mostra que, de uma maneira única, conforme lemos: “Quem não ama não conhece a Deus; porque Deus é amor … Ninguém jamais viu a Deus; se amarmos uns aos outros, Deus permanece em nós, e o seu amor é, em nós, aperfeiçoado. ”(1 João 4: 8, 12).

Enquanto o evangelho da graça se refere ao amor de Deus para com o homem, o evangelho do reino se refere ao que fazemos para expressar esse amor. No mundo, as pessoas deixam de ver que Deus é amor; É por isso que, enquanto vivemos no mundo, devemos expressá-lo. Isso é muito diferente de receber a salvação gratuita pela graça, porque o evangelho do reino nos mostra que precisamos ter a disposição de ser transformados e que nos esforçamos para fazer a vontade de Deus, no espírito, amando o próximo como a nós mesmos. O Senhor quer que Seu amor seja aperfeiçoado em nós. Quando damos as boas-vindas aos que estão perdidos, oramos por eles e apresentamos a Pessoa do Senhor Jesus, colocamos em prática o significado dessa simples frase evangelística: « Jesus te ama e eu também ».

Querido leitor, que a cada dia, em cada experiência, o amor de Deus cresça em nossos corações e seja manifesto por meio de nossas vidas!

Leave a Comment