Blog posts

Tudo que fizermos, tem que gerar a Cristo!

Tudo que fizermos, tem que gerar a Cristo!

Des paroles qui Édifient, Nouvelles, Palavras que edificam

Em Rute 4:17 é dito que o primeiro filho de Boaz e Rute foi, na verdade, considerado filho de Noemi. Desse modo, a descendência para Elimeleque foi suscitada e o seu nome não mais seria apagado da herança em Israel. Esse filho se chamou Obede, que significa “servo, aquele que serve”. No significado desse nome há um aspecto de Cristo: Ele mesmo disse que o filho do Homem não veio para ser servido, mas para servir (Mt 20:28). O Senhor Jesus não permaneceu como Deus, distante de nós, mas Se humilhou, tornando-se não apenas um homem, mas um servo; e isso Ele fez para nos servir. Ele nos serve a fim de que possamos nos achegar a Deus, e também traz Deus para dentro de nós, enchendo-nos com Sua vida.

Os livros de Josué e Juízes são livros de guerra, de obra, de conquista da terra, mas o livro de Rute é um livro de vida. Precisamos ganhar a herança, sim, mas isso precisa ser feito por meio da vida de Deus em nós. O grande passo para cumprimento da vontade de Deus foi a encarnação do Senhor. Que temos no final do livro de Rute? Uma genealogia que, unida à de Mateus 1, conclui, dizendo: “ E Jacó gerou a José, marido de Maria, da qual nasceu Jesus, que se chama o Cristo” (v16).

Tudo o que fizermos deve ter este alvo: Gerar Cristo! Ao nos reunirmos na igreja, visitarmos os irmãos, trabalhar, estudar, passear, ir ao mercado, ao final do dia, após tudo que fizemos, precisamos ter comunhão com o Senhor e devemos perguntar-nos: Quanto de Cristo foi gerado em mim? E o quanto de Cristo foi gerado nas pessoas que contatei durante o dia de hoje? Jesus, enquanto estava na terra, por onde Ele passava, mudava a condição, o ambiente, a esfera e principalmente a vida das pessoas. Tudo que Cristo fazia era gerar uma nova vida naqueles que ele tocava, falava e o seguia. Qual éra o segredo de Cristo? Era ser um com o Pai! (Jo 10:30). Toda a obra de Deus deve ser feita pela vida de Deus em nós, não por nosso esforço ou capacidades naturais. O resultado de tudo é Cristo ser gerado!

Esta é a economia de Deus: permanecer em Sua promessa, apesar de toda a dificuldade, para receber mais do Seu dispensar e, por fim, para que Cristo seja gerado em nós e manifestado por meio de nós. Então, Deus e nós entraremos no descanso eterno, Aleluia!

Leave a Comment