Blog posts

Um viver de Realidade.

Um viver de Realidade.

Notícias, Palavras que edificam

Devemos sempre nos perguntar: „Usar o espírito é uma realidade em minha vida? ”. Muitas vezes, nem para clamar o nome do Senhor ou orarmos usamos o espírito. Em muitos momentos ao invocar o Senhor ou fazemos uma oração, apenas lançamos algumas palavras de nossa boca, ou seja, O invocamos e oramos da boca para fora. Isso já aconteceu com você? Saiba que Deus quer mudar isso! Ele quer que você tenha realidade de andar no espírito, de andar com Ele. E, quando você tiver essa realidade, seu viver humano, de igreja e serviço a Deus também mudarão.

Em Romanos 10:12-13, lemos: “Pois não há distinção entre judeu e grego, uma vez que o mesmo é o Senhor de todos, rico para com todos os que o invocam. Porque: Todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo”. De fato, ao invocar o nome do Senhor, experimentamos salvação. A questão é se O invocamos com realidade.

Este texto de Romanos fala de ser salvo, mas também de receber uma riqueza, ou seja, além de ser salvo, aquele que invoca ao Senhor, que usa seu espírito, recebe além da salvação a riqueza que está Nele. Agora precisamos nos perguntar: “ Temos invocado ao Senhor? Temos orado? Temos Lhe buscado? ”. Se temos feito tudo isto precisamos mostrar em nossas vidas as riquezas sobre as quais o versículo 12 fala. “Rico para com todos os que o invocam”. O resultado de invocar, orar e buscar com realidade é receber riqueza da parte de Deus. Por que não temos conseguido apresentar essa riqueza? O problema está no versículo? Ele está errado? Com certeza, não! O problema está no nosso modo de fazê-lo.

Precisamos descobrir o que falta, em que temos errado. Vamos ler Romanos 10:8-10: “Porém que se diz? A palavra está perto de ti, na sua boda e no teu coração; isto é, a palavra da fé que pregamos. Se, com a tua boca, confessares Jesus como Senhor e, em teu coração, creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, será salvo. Porque com o coração se crê para justiça e com a boca se confessa a respeito da salvação”. Esses versículos falam de algo muito importante: o coração. Eles falam de crer com o coração e de confessar com a boca. Esse é um princípio ao qual devemos atentar. Em primeiro lugar, quando invocamos o nome do Senhor o coração precisa estar presente, isto é, eu tenho de crer. Eu creio com o coração e por isso invoco com a boca. Quando dizemos: “ Ó Senhor Jesus! ”, precisamos crer que Ele é o Senhor; ou seja, de coração nós O consideramos como nosso Senhor e nossa boca confessa esse fato, por isso nós O invocamos.

Lucas 6:46 diz: “Por que me chamais Senhor, Senhor, e não fazeis o que vos mando? ”. Esse versículo está ligado a Romanos 10:8-10. É como se o Senhor dissesse: “Por que você Me chama de Senhor se nunca faz o que Eu quero? Se você nunca está disposto a fazer o que Eu mando, por que Me chama assim? ”. A razão de muitas vezes não termos riquezas a apresentar é porque temos um problema no coração. Caro leitos, neste momento Deus quer seu coração.

Nos versículos a baixo, também vemos algo muito importante relacionado ao invocar e às riquezas: “Pelo que também Deus o exaltou sobremaneira e lhe deu o nome que está acima de todo nome, para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho, nos céus, na terra e debaixo da terra, e toda língua confesse qe Jesus Cristo é Senhor, para glória de Deus Pai”. (Fp 2:9-11). Nos versículos 10 e 11 há uma sequência, um processo. Primeiramente, o joelho se dobra e somente depois é que a língua confessa. Em outras palavras, em primeiro lugar nos rendemos ao Senhor e então O invocamos.

Todas as vezes que invocamos o nome do Senhor, que oramos e O buscamos, o universo precisa ver alguém que se dobrou diante Dele, que se rendeu a Ele e se dispôs a fazer Sua vontade. Esse é o testemunho que quem invoca o nome do Senhor, que quem ora com realidade, de quem realmente ama e busca o Senhor. Precisamos viver desta maneira, invocar o nome do Senhor, orar em espírito como verdadeiros adoradores. Esta pratica é essencial para uma vida crista vitoriosa e rica em Deus.

Leave a Comment